Clique Vestibular

NOTÍCIAS

Enem 2020: confira dicas para o segundo dia de provas

Dicas para se dar bem no segundo dia do Enem.

Para muitos candidatos, a prova de redação, aplicada no último domingo, dia 17 de janeiro, pode ser considerada a mais difícil. No entanto, para uma grande parcela de estudantes, as disciplinas de química e física também tendem a se revelarem como matérias desafiadoras.

Esse ano, os candidatos foram surpreendidos com um edital inédito, cancelamento da aplicação do exame, adiamento das provas e a nova modalidade de aplicação: versão digital. Se por um lado, ter ganhado mais tempo para estudar trouxe aos estudantes um descanso e tranquilidade maior, por outro, também gerou um ambiente de dúvidas, incertezas e ansiedade.

Os candidatos conseguiram finalmente vencer a prova de Redação, Humanas e Linguagens no dia 17, onde a primeira etapa foi concluída. O tema da Redação do Enem 2020 foi “O estigma das doenças mentais na sociedade brasileira”. Agora, no próximo dia 24 de janeiro, os candidatos do Brasil inteiro deverão comparecer aos locais das provas, munidos de caneta preta, máscara e álcool em gel, para resolver as 45 questões de Ciências da Natureza e 45 questões de Matemática.

Tendo poucos dias até a realização do exame, a dica de professores que ministram aulas em alguns dos colégios mais bem listados no ranking do Enem é de: revisar os temas que mais caíram nas edições passadas, tentar descansar, e, manter uma alimentar saudável para chegar no dia da realização da prova com a mente e o corpo em ótimo estado.

No exame, a principal orientação é sempre que o aluno opte por responder primeiramente às perguntas das quais o candidato possua maior nível de afinidade e facilidade, e, deixar as mais difíceis para tentar solucionar posteriormente.

Isto porque, sistema de correção, norteado e baseado na Teoria da Resposta ao Item (TRI), tende a identificar e penalizar mais os erros em questões que a maioria acerta. Então, para que o aluno consiga uma boa pontuação na prova do dia 24 de janeiro, é válido revisar os temas mais abordados nas últimas edições, que são:

MATEMÁTICA

  • Área e Volume de prismas;
  • Porcentagem;
  • Funções do 1º e 2º graus;
  • Análise combinatória e probabilidade;
  • Estatística – média, mediana e moda.

 

“Ao se deparar com um texto, pule direto para a pergunta e alternativas, que muitas vezes prescindem de informações extras para achar a resposta”, assegura o professor da Plataforma de Aprendizagem, Thiago Galrão. “Se a questão pede o volume de uma piscina, por exemplo, e as alternativas são 1.5 litro e 1 milhão de litros, é óbvio que a resposta é 15 000 litros”, complementa o professor.

 

 

QUÍMICA

  • Meio ambiente – Poluição, tratamento do solo, efeito estufa, ciclo do nitrogênio;
  • Radioatividade – meia-vida;
  • Eletroquímica – pilhas e eletrólise;
  • Termoquímica – estequiometria e cálculo de entalpia;
  • Separação de misturas – tratamento de água, decantação, filtração, flotação, etc.;
  • Forças intermoleculares – ligações de polo induzido, de polo permanente, e de hidrogênio;
  • Soluções – concentração, diluição e mistura.
  • Reconhecimento de Funções Orgânicas
  •  

“As avaliações de Química e também de Biologia têm muitas interseções, principalmente em Ecologia”, ensina o professor Taciano Toffano, que atua como coordenador de Ciências da Natureza do Colégio Pensi. 

“É um tema que sempre aparece em um contexto prático e moderno, buscando identificar e propor medidas de intervenção ambiental e antecipar seus efeitos com base nos princípios de qualidade de vida e sustentabilidade”, complementa Toffano. Temas como derramamento do petróleo e suas implicações podem aparecer, bem como é importante compreender como ocorre o processo de refino do petróleo.

BIOLOGIA

  • Ecologia – ciclos biogeoquímicos de carbono e nitrogênio, desequilíbrios ambientais como poluição e introdução de espécies exóticas, cadeias e teias alimentares; 
  • Bioquímica metabólica – respiração celular, fermentação e fotossíntese; 
  • Genética molecular e biotecnologia – DNA, RNA, transgênicos, clonagem, síntese proteica e mutações gênicas; 
  • Genética – anomalias genéticas (análise de cariótipos) e cruzamentos (primeira lei de Mendel); 
  • Botânica – filogenia e anatofisiolgia vegetal;
  • Evolução – seleção natural e resistência a antibióticos; 
  • Fisiologia – imunologia (vacina e soro), sistema cardiovascular e sistema endócrino.

“O Enem tradicionalmente traz assuntos atuais para discutir na prova, por isso é muito provável que venham questões sobre vírus e vacinas”, alerta o professor Michel Batista, que ministra aulas no Centro Educacional Leonardo Da Vinci (Vitória/ES).

FÍSICA

  • Ondulatória: som e luz;
  • Eletrodinâmica: circuitos elétricos, consumo de energia e potência; transformações e usinas elétricas;
  • Calorimetria;
  • Mecânica: leis de Newton, movimentos uniforme e uniformemente variados, estática e hidrostática.

“O Enem privilegia o raciocínio lógico, mas cada vez exige também o conhecimento das fórmulas”, afirma Vinicius Silveira, professor da Plataforma AZ de Aprendizagem. “Vale anotar todas assim que colocar as mãos na prova, enquanto o cérebro ainda está descansado”, complementa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS