Clique Vestibular

NOTÍCIAS

Enem pode repetir questões de anos anteriores

No documento obtido pelo portal UOL, visa a possibilidade de que 4680 questões, presentes nas provas anteriores, possam ser utilizadas

Um dia depois do pedido de exoneração do Milton Ribeiro do Ministério da Educação, (MEC), os gerentes do Instituto Nacional de Estudos e Investigação Educacional (Inep) propõem repetir questões de edições anteriores do ensino médio (ENEM) em 2022 . Proposta está relacionada à escassez do Banco Nacional de Artigos (BNI), que reúne questões para o exame.

No documento obtido pelo portal UOL, visa a possibilidade de que 4680 questões, presentes nas provas anteriores, componha aplicativos este ano e 2023. “Tendo em conta a possibilidade de reutilizar 4.680 itens, que foram aplicados a milhões de candidatos no ENEM.Não é necessário realizar novos testes anteriores para permitir que as edições 2022 e 2023 “, traz o prazo do termo enviado ao presidente do Inep, Danilo Dupas.

O documento é assinado por quatro novos coordenadores e diretores do Instituto. A chegada desses servidores foi após a crise, em novembro de 201, que culminou com a produção de 37 profissionais de órgãos.

A proposta foi incluída uma tabela mostrando o total quantitativo de novos elementos, os problemas  pré-testadas, bem como os indicados como “testados anteriormente apropriados”. Nos dados apresentados no documento, há idiomas apropriados dos pontos de elementos pré-testados com o menor número de elementos, 43 e ciência da natureza com o maior, 75. Esses itens não seriam suficientes para o exame.

Noutra parte do texto da proposta, os novos servidores do Inep justificam a reutilização de questões para garantir a implementação do novo ENEM, agendada para 2024. Procurando assegurar a segurança e a aplicação das edições de 2022 e 2023, e , ao mesmo tempo, garantindo as condições para a implementação do novo ENEM 2024.

“Buscando garantir a segurança e a aplicação das edições de 2022 e 2023, e ao mesmo tempo garantir as condições para a implantação do novo Enem 2024, sugerimos que o edital da edição de 2022 traga a possibilidade de utilização de itens já aplicados com a seguinte redação: “A edição 2022 do Enem poderá utilizar itens inéditos e itens já utilizados em edições anteriores”.