Clique Vestibular

ENEM

Saiba como se inscrever no Enem 2024

Prazo vai até o dia 7 de junho e vale para pedidos de atendimento especializado e tratamento por nome social
A mulher usando uma jaqueta jeans azul está segurando um livro.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para avaliar o desempenho dos estudantes ao final da educação básica. Desde 2009, tornou-se um importante meio de acesso à educação superior no Brasil. As notas do Enem são utilizadas para ingresso no Sisu e no ProUni, além de serem reconhecidas por instituições de ensino superior em Portugal. Os participantes também podem concorrer a financiamento estudantil pelo Fies e contribuem para estudos e indicadores educacionais.

O Enem é aberto a qualquer pessoa que tenha concluído ou esteja concluindo o ensino médio, permitindo a participação de “treineiros” para autoavaliação. A prova é realizada em dois dias e oferece recursos de acessibilidade, incluindo atendimento especializado e uso do nome social. Também há uma modalidade de aplicação para pessoas privadas de liberdade.

Os participantes são avaliados em quatro áreas de conhecimento, totalizando 180 questões objetivas, além de uma redação dissertativo-argumentativa. O exame visa não apenas medir conhecimentos, mas também desenvolver habilidades de interpretação, análise e argumentação.

Inscrição

As inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 estão abertas até o dia 7 de junho – prazo que vale, também, para os pedidos de atendimento especializado e tratamento por nome social. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), então, preparou um passo a passo que explica como navegar na Página do Participante e se inscrever no exame.

Pagamento – Após a realização da inscrição, a Página do Participante gerará um boleto do Banco do Brasil para o pagamento da taxa. Esse boleto só é disponibilizado ao inscrito após acesso ao sistema do exame por meio do login único do Gov.br.

Confira:

– Acesse a Página do Participante e selecione o botão “Inscrição”.

.

– Responda à pergunta feita pela assistente virtual para seguir.

.

3 – Em seguida, insira o número do CPF, a data de nascimento (iguais aos cadastrados na Receita Federal) e clique em “Iniciar a inscrição”.

.

4 – Prossiga de acordo com as orientações e confirme as informações solicitadas. Dados como “Cor/Raça”, “Estado Civil” e “Nacionalidade”, entre outros, são obrigatórios.

.

– Informe se serão necessários recursos de acessibilidade.

.

6 – Caso necessite, selecione o recurso de acessibilidade desejado. O participante deve anexar os documentos que comprovem a condição.

.

7 – Para solicitar tratamento por nome social, o interessado deve realizar o cadastro dessa condição junto à Receita Federal do Brasil.

.

8 – Escolha entre Inglês e Espanhol para realizar a prova de língua estrangeira.

.

9 – Em seguida, informe qual é a situação em relação ao ensino médio e qual tipo de escola você frequentou durante esta etapa educacional. Esses e outros dados sobre o ensino médio não poderão ser alterados após a conclusão da inscrição.

.

10 – Escolha o município no qual deseja fazer as provas. Se o município de prova for diferente do município de residência, o sistema solicitará confirmação.

.

11 – Logo após, responda ao Questionário Socioeconômico.

.

12 – Ao terminar de informar os dados necessários, clique em “Enviar Inscrição”.

.

Rio Grande do Sul – Os moradores do Rio Grande do Sul (RS) terão um prazo extra para se inscrever, por causa da calamidade pública no estado. O Ministério da Educação (MEC) trabalha em um novo calendário para esse público, que também terá a isenção da taxa de inscrição garantida (inclusive nos casos de justificativa de ausência, na edição de 2023, reprovada).

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem tornou-se a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são utilizados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitar as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Acesse o edital do Enem 2024
Acesse a Página do Participante
Acesse a plataforma Gov.br
Acesse a página de orientações do Enem
Acesse a página de perguntas frequentes do Enem
Saiba mais sobre o Enem

Assessoria de Comunicação Social do Inep