Clique Vestibular

SALA DE ESTUDOS

Enem 2019 – Melissa Fiuza 17 anos | Fortaleza – CE

Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Immanuel Kant, filósofo iluminista, argumentava que a menoridade é o estado em que o homem se encontra manipulado e sem a capacidade de pensar por conta própria, dependendo dos outros para que suas ações se concretizem. Nesse sentido, Kant afirmava que a saída para essa triste realidade é o esclarecimento, ou seja, o uso da razão para que o indivíduo se emancipe. No entanto, o que se observa na atualidade é o contrário do que o filósofo pregava, uma vez que o controle de dados na internet favorece a manipulação dos usuários, a qual não é combatida pelas escolas, que não oferecem educação tecnológica, e pelo Poder Público, que não pune empresas que comercializam esses dados.

De fato, as escolas, como formadoras de opinião, têm um papel importante no combate à manipulação dos indivíduos pelo controle de dados na internet, já que a adoção de uma postura crítica é essencial para que as pessoas se informem acerca dos aplicativos que utilizam. Porém, essas instituições não oferecem educação tecnológica, o que contribui para que as empresas manipulem o comportamento dos usuários, e eles não percebam, sendo induzidos a ler ou a consumir o conteúdo oferecido. Assim, a maioria da população permanece na menoridade de Kant, e as empresas de internet aproveitam-se disso, controlando a opinião do público.  

Além disso, muitos aplicativos vendem os dados coletados para grandes empresas, as quais, sabendo dos gostos de cada tipo de público, desenvolvem propagandas direcionadas, o que aumenta seus lucros. Infelizmente, essa situação é consequência da omissão governamental, já que o Poder Público não pune, adequadamente, os responsáveis pelos aplicativos que vendem os dados de seus usuários. Nesse contexto, Johann Goethe já afirmava que a maior necessidade de um Estado é a de governantes corajosos, e o pensamento do autor exemplifica bem a importância do Governo para a diminuição da impunidade dessas empresas.

Portanto, atitudes para a reversão da problemática supracitada são necessárias. Para isso, a escola, com seu poder transformador, deve disponibilizar educação tecnológica, por meio de aulas de Filosofia e de Sociologia, as quais devem dar enfoque às problemáticas relacionadas aos meio de comunicação e às redes sociais, impulsionando a criação de senso crítico, com o fito de que cada indivíduo não permita o controle de suas preferências por empresas cibernéticas. Ademais, o Poder Público, demonstrando a coragem referida por Goethe, deve punir, corretamente, empresas que venderem dados de seus usuários, mediante aumento de penas e de multas, para que esse processo seja coibido.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS