Clique Vestibular

SALA DE ESTUDOS

Enem 2019 – Vitoria Azevedo 18 anos | Volta Redonda – RJ

Democratização do acesso ao cinema no Brasil

A Terceira Revolução Industrial, ocorrida no século XX, trouxe diversas novas tecnologias que fomentaram os processos de conexões do mundo, como a internet. Nesse viés, embora tal rede virtual tenha tornado-se demasiadamente difundida na atualidade e seja benéfica em diversos aspectos, esse meio também é usado para um objetivo nefasto: alienação populacional. Sobre essa perspectiva, seja pela interferência na capacidade de escolha do indivíduo, seja pela colaboração com o consumo desmedido, a manipulação dos usuários da internet extremamente nociva para a sociedade.

Em primeiro plano, a liberdade dos cidadãos de terem suas próprias opções é prejudicada por essa mazela. Dessa forma, é imprescindível citar que no livro 1984, de George Orwell, o “Grande Irmão” observa e controla o comportamento do corpo social por meio de uma “teletela“. Sob essa ótica, a internet manipulada tem papel parecido no período atual, em que o internauta fica refém de imagens, de notícias e de assuntos baseados em algoritmos definidos por programas de computador. Desse modo, o indivíduo, majoritariamente, tem apenas uma falsa sensação de liberdade, uma vez que torna-se alienado pela rede e não tem verdadeira capacidade de escolha.

Ademais, o consumismo exacerbado é corroborado pela manipulação de dados do mundo virtual. Nesse sentido, cabe salientar que, segundo IBGE, mais de 60% da maioria das pessoas utilizam a internet. Dessa maneira, com tal número significativo de cidadãos conectados, empresas do mundo capitalista — consolidado após a guerra fria pagam por impulsionamento de seus produtos direcionados a possíveis consumidores. Nesse cenário, muitos indivíduos, mesmo sem capital para compra, são ingenuamente fascinados pelas vitrines virtuais, o que pode acarretar dívidas e, por conseguinte, perda de bem-estar.

Portanto, torna-se evidente que a manipulação das ações dos internautas pelo controle de dados na espaço virtual causa consequências maléficas para população. Posto isso, para mitigar a problemática, cabe ao Governo Federal, juntamente com o Ministério da Ciência e Tecnologia, regulamentar como os dados dos usuários são utilizados na internet, por meio da criação de programas capazes de bloquear sistemas que tenham objetivo de alienar a população para determinados assuntos, com o fito de garantir uma real liberdade de escolha para os cidadãos. Outrossim, é obrigação do Ministério da Educação, em parceria com as escolas, ensinar ao indivíduo, desde a infância, não apenas a consumir — de modo responsável —mercadorias no meio virtual, mas também a reconhecer propagandas que usem os dados do internauta como meio de impulsionamento, mediante brincadeiras lúdicas e dinâmicas nos aparelhos eletrônicos, a fim de garantir melhor qualidade de vida para o corpo social na fase adulta. Sendo assim, essas medidas podem ajudar a minimizar as manipulações dos usuários.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS