Clique Vestibular

SALA DE ESTUDOS

Filosofia na Grécia antiga

Filósofos gregos

Prof. Carlos Eugênio Júnior
Pré socráticos

O pensamento racional no ocidente se inicia com os pensadores chamados = Pré socráticos.

Esses pensadores anteriores a Sócrates buscavam o conhecimento da Arché, ou seja,
buscavam compreender o início ou fundamento de toda a realidade da Physis.
A Physis é o conceito utilizado para falar sobre a natureza em movimento.

Cada pré socrático possui sua Arché, Tales de Mileto diria que era a ÁGUA; Pitágoras diria que eram os NÚMEROS; Demócrito diria que era o ÁTOMO etc.

Não precisamos decorar o que cada pré socrático representa (você pode tentar), mas sim que são esses pensadores que iniciaram a busca racional por um princípio explicativo capaz de FUNDAMENTAR toda a realidade.

Sócrates

Pouco sabemos sobre sua juventude. A fonte mais confiável sobre as ideias de Sócrates são os textos de Platão, principalmente os escritos durante a juventude de Platão.

Aconselhado por um amigo, Sócrates visita o Oráculo de Delfos sendo um fato essencial na postura do filósofo. O Oráculo disse a ele que Sócrates era o homem mais sábio de Atenas,isso fez com que Sócrates pensasse: Será mesmo que sou o homem mais sábio?

Essa reflexão somada ao escrito lido por Sócrates na porta do Oráculo “Conheça a ti
mesmo”, fez surgir a prática filosófica de Sócrates.

Sócrates andava pelas ruas de Atenas e conversava com os cidadãos sobre os mais variados temas, nessas conversas Sócrates dizia ser um ignorante e que gostaria de aprender com seu interlocutor. Essa persona ignorante é conhecida como “Ironia socrática”, através da Ironia Sócrates conseguia demonstrar ao seu interlocutor que ambos eram ignorantes sobre o assunto conversado.

Após destruir a falsa sabedoria dos que conversavam com ele, Sócrates propunha a
Maiêutica. A maiêutica era a arte do parto, mas Sócrates não trazia à luz crianças, mas sim conhecimento. Através de definições consistentes e um diálogo regido pela razão a conversa buscaria agora o conhecimento das coisas verdadeiras. Sócrates é conhecido por ser um filósofo ligado aos problemas morais.

DICAS:

Vale a pena assistir o filme “Sócrates”, é um clássico do cinema italiano e está disponível do youtube https://www.youtube.com/watch?v=5TaaT30L8yg

Leia: Apologia de Sócrates, escrita por Platão.

Platão

Discípulo de Sócrates, Platão era uma das pessoas mais ricas de Atenas.

Platão inaugura a prática da escrita, onde o conhecimento deve ser registrado para as
futuras gerações e ser divulgado a todos os cidadãos.

Platão afirmava que o conhecimento verdadeiro estava na contemplação das ideias,
visto que as sensações não são confiáveis por não serem imutáveis e serem facilmente corrompidas. Desse modo as ideias expressariam as essências das coisas.
O método platônico para se alcançar a verdade se chama Dialética, esse método consiste em definir o objeto a ser discutido e analisar todas as suas possibilidades e consequências.

Na obra “ República”, por exemplo, Platão apresenta o mito da caverna e propõe sua
cidade ideal onde os governantes seriam os filósofos.

Vale também ressaltar outras ideias importantes de Platão, como:

  • A imortalidade da alma;
  • A exigência essencial;
  • O corpo como cárcere da Alma;
  • A tripartição da Alma e da cidade, entre outras.

Platão fundou sua própria escola, chamada Academia.

Aristóteles

Discípulo de Platão, Aristóteles abriu caminhos fundamentais para o conhecimento humano como: Medicina, Biologia, Botânica, Anatomia, Física, Metafísica, Lógica, entre outros.

Aristóteles fundou sua própria escola, o Liceu.

Entre suas ideias principais se destacam:

O composto = matéria+forma

Segundo a teoria do composto tudo que existe é feito de matéria e forma, enquanto a matéria é indefinida e individualizante, a forma é determinante e princípio universal. Por exemplo, uma cadeira de madeira, sua matéria é a madeira, já a forma de cadeira existe na mente no marceneiro. A madeira é potencia, ou seja, pode se tornar uma cadeira ou uma mesa.

Já a forma é o ato, ou seja, uma madeira que tem forma de cadeira é uma cadeira em ato. ( Confuso? Fácil? O que acha dessa teoria?).

A ciência como conhecimento das causas Para Aristóteles quando queremos conhecer algo devemos conhecer as causas desse algo, ou seja, o que faz com que esse algo se torne o que é. Qual é sua causa?

Para Aristóteles existem quatro causas: a eficiente, a material, a formal e a final.

Nessa reflexão Aristóteles também nos apresenta a teoria do primeiro motor, que seria a causa primeira de toda a realidade.

A metafísica como estudo do Ser enquanto Ser Para Aristóteles existe um conhecimento que é superior aos outros, esse seria o conhecimento do ser enquanto tal. É nesse momento que aspectos como Substância, acidente e necessidade
aparecem como fundamentais para o entendimento das teses aristotélicas.

Os princípios da Lógica formal

A=A, sendo A diferente de B. Parece simples e óbvio, mas os princípios lógicos deixados por Aristóteles legaram para a humanidade a capacidade de estabelecer um método capaz de organizar e legitimar a argumentação verdadeira e válida, o logos.